Ponte de Floripa pode ganhar roda gigante na cabeceira

Avaliação do Usuário

Depois de balneário Camboriú que apresentou recentemente à comunidade o projeto de instalação de uma roda gigante frente à praia – uma proposta da iniciativa privada – agora é a vez da capital. Isso porque o poder público de Florianópolis cogita o mesmo feito na cabeceira da ponte Hercílio Luz. A iniciativa é da secretaria de estado de Turismo.

Por coincidência, ou não, o secretário de Estado de Turismo é Leonel Pavan, morador de Balneário, prefeito e deputado pela cidade em anos recentes. Segundo ele, a instalação seria uma forma de dar ainda mais destaque ao principal cartão-postal da Ilha depois que ela for reaberta ao tráfego de veículos, o que está programado para ocorrer em dezembro de 2018.

De acordo com o político, a instalação contará com recursos oriundos da iniciativa privada. Basta, no momento, encontrar quem esteja disposto a colocar a mão no bolso. A roda gigante será instalada no Parque da Luz, que é municipal, e teria uma vista privilegiada, em especial na direção da Baía Sul.

A princípio, o projeto é apenas um esboço e dependerá de licenças ambientais e outras autorizações. Se concretizada, ganha Floripa, região metropolitana e até o Estado, pois será um atrativo a mais para turistas.

Duplicação da BR 280 é imprescindível

Avaliação do Usuário

Trecho faz parte de importante rota usada por turistas nacionais e internacionais que visitam Santa Catarina

A duplicação da rodovia BR 280, entre São Francisco e Jaraguá do Sul, em Santa Catarina, foi pauta de encontro proposto pelo presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), Vinicius Lummertz, com o secretário executivo do Ministério dos Transportes, Fernando Forte. Realizada nesta terça-feira (12), A reunião, realizada nesta terça-feira (12), contou com a presença dos prefeitos de São Francisco do Sul, Renato Gama, e de Araquari, Clenilton Pereira, e de Marcos Stefano da prefeitura de Barra do Sul e de representantes do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes).

De acordo com o presidente da Embratur, a duplicação é, disparada, a melhor solução para enfrentar o crescente tráfego e, com isso, melhorar o fluxo turístico na região. “Com a obra, o objetivo é oferecer mais segurança a turistas e moradores e aumentar o número de visitantes nacionais e internacionais, em especial os que vêm de carro da Argentina, Uruguai e Paraguai”, disse Lummertz.

Por sugestão do secretário executivo do Ministério, a equipe do DNIT-SC e a construtora responsável pela obra no local irão analisar o projeto de alargamento da BR-280 para ajustes necessários. “A ideia é começar por um trecho de 11 quilômetros entre Araquari e o Porto de São Francisco do Sul e, em seguida, dar andamento à revitalização total e continuidade à execução dos três contratos de melhoria da BR”, destacou Fernando Forte. A comitiva irá se reunir nos próximos dias para questão orçamentária, caso o projeto não sofra grandes reajustes.

Aeroporto de Navegantes volta a ter voos internacionais

Avaliação do Usuário

O trecho Navegantes-Buenos Aires inaugura nesta segunda-feira, 11, as operações internacionais do aeroporto do município vizinho a Itajaí e que cresce embalado pela indústria naval e portuária. A companhia aérea a promover a viagem é a Azul.

A retomada dos voos internacionais é vista com grande expectativa pelo trade turístico, e os números confirmam a previsão de viabilidade da rota. Só para esta primeira semana estão confirmados 678 embarques e 774 desembarques.

O primeiro desembarque dos argentinos, na tarde desta segunda-feira, terá ação especial de boas vinda organizada pelo trade turístico. Não é para menos: desde 2004, quando foi internacionalizado, a vocação do aeroporto para receber e enviar voos ao exterior ainda não havia decolado.

Por enquanto, a rota da Azul é temporária e deve atender à alta temporada, até abril do ano que vem. Mas a companhia não descarta a possibilidade de tornar os voos fixos, dependendo da demanda de passageiros.

Museu Sambaqui às escuras

Avaliação do Usuário

 

Há seis meses o Museu Sambaqui está sem as lâmpadas necessárias na área de exposição. Quem chega para visitar o local precisa forçar a vista para conseguir enxergar as peças e as explicações dentro das vitrines. Com a proximidade das férias, é provável que os visitantes locais e turistas encontrem a exposição totalmente no escuro.
Os servidores vêm solicitando à Prefeitura que faça a reposição das lâmpadas. O governo responde que está em processo de licitação e não informa um prazo para repor o material. Os trabalhadores também relataram que nas áreas internas há mais lâmpadas queimadas.

Abandono
A situação de abandono não é sentida só pelos funcionários do Sambaqui. Em outubro deste ano a categoria fez uma greve para reivindicar condições de trabalho para atender à população. Em todos os setores da Prefeitura de Joinville falta algo: equipamentos de proteção individual (EPI), uniformes, materiais nas salas de aula e aos servidores da saúde.

Indicadores apontam recuperação do turismo no país

Avaliação do Usuário

Receitas com turistas estrangeiros cresceram 6% no último mês e IBGE apontou aumento de 2% nas atividades turísticas em setembro relação ao mês anterior

O turismo brasileiro apresenta sinais de reação. O gasto de estrangeiros em território nacional teve salto de 6% em outubro, gerando uma receita de R$ 463 milhões. Na última pesquisa mensal de serviços, divulgada pelo IBGE, as atividades turísticas cresceram 2% no mês de setembro em relação a agosto.

“Sabemos o quanto é importante a entrada de mais receitas, para continuarmos a retomada da economia nacional. O turismo tem grande potencial para ser ainda mais importante na geração de renda e empregos no Brasil”, declara Vinicius Lummertz, presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo).

Os brasileiros que viajaram para fora do Brasil também gastaram mais. Em outubro, R$ 1,6 bi foi o montante gasto por brasileiros no exterior. Este valor representa aumento de 15%, se comparado ao mesmo período do ano anterior.

Os índices da indústria e de serviços mostram a retomada do crescimento econômico. Isto se deve a confiança do mercado, que vê um avanço do país com as reformas que estão sendo implementadas. Para o turismo, as mudanças que modernizam o setor devem chegar logo também. O projeto de lei 2724/2015, que transforma a Embratur em agência, permite a abertura de capita das companhias aéreas para investimentos estrangeiros e mais atualização de 132 artigos da Lei Geral do Turismo deve entrar para votação em caráter de urgência na Câmara dos Deputados na próxima semana. “Ações pontuais e isoladas não vão gerar o mesmo resultado do que uma mudança completa no segmento turístico. Este conjunto de inovações pode mudar completamente o panorama do setor no Brasil”, completa Lummertz.

Atividades do turismo, regionalmente, de acordo com pesquisa do IBGE

O turismo teve crescimento de agosto para setembro no Rio de Janeiro (6,3%), Pernambuco (6,2%), Santa Catarina (2,7%), Paraná (2,1%), Bahia (1,0%), Distrito Federal (0,9%), São Paulo (0,8%), Rio Grande do Sul (0,3%) e Minas Gerais (0,2%). Em comparação a setembro do ano passado, quem teve melhor desempenho foram o Paraná, com crescimento de 10,2%, Pernambuco (7,8%), Santa Catarina (7,2%), Goiás (5,2%), Espírito Santo (4,8%), Minas Gerais (1,2%).