Udesc Joinville busca apoio de deputados da região para impedir corte em repasses

Avaliação do Usuário
PiorMelhor 

Na última quinta-feira, 18, acadêmicos e professores da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) em Joinville, reuniram-se com o deputado estadual Kennedy Nunes (PSD). O grupo, acompanhado do diretor-geral, José Fernando Fragalli,, e do professor Antonio Heronaldo de Sousa (reitor 2012-2016), apresentou ao parlamentar a preocupação da comunidade acadêmica com a possível redução do percentual orçamentário da Udesc, que está em discussão na Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc). A instituição teme que o corte prejudique a manutenção dos projetos de pesquisa e extensão desenvolvidos pela universidade.

“O deputado Kennedy Nunes respeita muito o papel da Udesc no Estado e ficou sensibilizado ao saber que a parte mais atingida será a prestação de serviços à comunidade, que faz parte do custeio da instituição. Cursos de formação de professores, além de bolsas e auxílios estudantis sofrerão cortes”, afirmou Fragalli.

Ainda nesta semana, o grupo deve visitar os deputados estaduais Fernando Krelling (MDB) e Sargento Lima (PSL).

O Governo do Estado de Santa Catarina encaminhou o projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2020 na semana passada. A proposta (PL 89/2019) entrou em tramitação no dia 17 de abril e deve ser votada pelos deputados antes do recesso parlamentar em julho.

Uma das principais novidades do projeto é a redução, no comparativo com a LDO 2019, dos percentuais que serão repassados, na forma de duodécimo, para a Assembleia Legislativa, Poder Judiciário, Ministério Público Estadual (MPSC), Tribunal de Contas do Estado (TCE-SC) e Udesc.

Conforme a proposta da LDO, a Udesc receberá 2,24% da receita ao invés dos 2,49% previstos para este ano.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar