Região Norte de Santa Catarina conquista cinco prêmios Fritz Müller

O Norte catarinense é destaque na preservação do meio ambiente. A região conquistou cinco das 13 categorias do 22º Prêmio Fritz Müller, o maior reconhecimento ambiental do estado. Os vencedores são as empresas General Motors e Schulz Compressores, ambas de Joinville; o Porto de Itapoá, em Itapoá; e a BMW, de Araquari, que foi a campeã em duas categorias.  

A solenidade de entrega do Prêmio Fritz Müller está prevista para o dia 3 de dezembro, em Florianópolis. A premiação é concedida pelo Governo do Estado, por meio do Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA), com apoio da Fiesc e patrocínio da Engie, Klabin, Berneck e EDP Transmissão Aliança SC.

A General Motors será premiada pelas iniciativas que envolvem redução, reaproveitamento e geração sustentável de energia. Entre as ações, estão a implantação de telhas translúcidas para garantir o aproveitamento da iluminação natural, instalação de lâmpadas LED, sistema de desligamento total – conhecido como a prática de Shutdown -, gerenciamento de compressores e a implantação de placas fotovoltaicas, tanto para aquecimento de água como para a geração de energia. É a planta mais sustentável da GM.

Já a Schulz destacou-se com o projeto Aterro Zerro, que prevê a melhoria dos seus produtos com base na Análise do Ciclo de Vida (ACV) e da aplicação de princípios de economia circular. Com isso, a empresa vem reduzindo a geração de resíduos e ampliando os processos de reaproveitamento e reciclagem.

As iniciativas permitiram a implantação de um processo de logística reversa, o que significa que após a vida útil dos produtos, o cliente pode devolvê-los em qualquer ponto de venda ou manutenção da empresa para a destinação adequada.

Porto de Itapoá

O Porto de Itapoá venceu o prêmio pelo seu trabalho de gestão de águas não potáveis, utilizando inovação e tecnologia no tratamento de efluentes. A empresa implantou um processo de ultrafiltração por membranas para a separação de sólidos do efluente tratado. É o primeiro porto a adotar este tipo de tecnologia no Brasil. Os efluentes tratados são destinados para receptor final, com concentrações mínimas de espécies poluidoras. O uso de reatores com elevado tempo de residência, quimicamente aditivados, em conjunto com separação por ultrafiltração, garante descartes de alta qualidade. A melhora é visível na cor do efluente.

BMW

Dois projetos da BMW foram premiados este ano. O chamado Upcycle Element é voltado à reciclagem a partir da destinação diferenciada à produção de resíduos da fábrica, gerando um impacto positivo, tanto ambiental quanto social.

Cintos de segurança, peças de couro e painéis de teto se transformam em novos produtos e em renda para um grupo de costureiras da região. Com o material, as profissionais confeccionam mochilas, estojos, nécessaires e bolsas. Em um ano, cerca de 1,7 mil produtos foram ressignificados através de resíduos de fábrica, ou seja, 200 quilos de materiais deixaram de ser descartados e queimados. 

 

As opiniões expressas pelos autores pertencem a elas e não refletem necessariamente a opinião da Gazeta de Itapoá.