Conselho Superior reitera posicionamento contrário à nomeação de reitor pro tempore

Conselho Superior reitera posicionamento contrário à nomeação de reitor pro tempore

Em reunião extraordinária, colegiado aprovou encaminhamentos a serem feitos à Setec a respeito do processo de nomeação do reitor eleito

O Conselho Superior (Consup) do IFSC deliberou nesta quarta-feira, 6 de maio, em reunião extraordinária, por encaminhar à Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec) do Minisrtério da Educação (MEC) solicitação de documentos relativos à sucessão na reitoria da instituição. Em ofício, o Conselho reivindica a destituição do atual reitor pro tempore, em função de “riscos para a estabilidade institucional” com sua permanência no cargo. O posicionamento consta em nota oficial emitida pelo órgão.

Em outro ofício, os conselheiros solicitam acesso à íntegra dos processos de nomeação do reitor eleito, Maurício Gariba Júnior; de nomeação dos reitores pro tempore Lucas Dominguini, que não aceitou o cargo, e André Dala Possa, nomeado na última segunda-feira (4 de maio).

O diretor de Desenvolvimento da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica da Setec/MEC, Kedson Raul de Souza Lima, participou da reunião para prestar esclarecimentos ao Consup sobre o processo de nomeação do reitor eleito e da justificativa para nomeação de um pro tempore. Em função da menção, pelo diretor, de documentos dos quais os conselheiros não tinham conhecimento, surgiu a proposição de solicitar acesso integral aos processos relativos ao assunto.

As opiniões expressas pelos autores pertencem a elas e não refletem necessariamente a opinião da Gazeta de Itapoá.